Esse site utiliza cookies próprios e de terceiros para melhorar a experiência e os serviços. Se você continuar navegando, significa que aceita seu uso. Para mais informações, acesse nossa Política de Cookies

A Starrett, empresa mundialmente conhecida por suas serras, ferramentas e instrumentos de medição, por meio do projeto "Universidades + Starrett", foi a responsável pela implantação do novo laboratório de Maquetaria e Prototipagem, inaugurado no último dia 24, específico para os estudantes do eixo de Engenharia e demais cursos relacionados da ESAMC Sorocaba.

O local possui 100 m², todo equipado com ferramentas para montagem de protótipos e construção maquetes arquitetônicas, tais como: lixadeiras, serras de diversos modelos, furadeiras, alicates, chaves de fenda, isopor, plásticos, vidros, entre outros materiais próprios, além de uma grande bancada, prateleiras para armazenar as ferramentas e lousa para aula.

O projeto "Universidades + Starrett", desenvolvido pela Starrett, tem a missão de apoiar ações educacionais, dos cursos de Engenharia, de instituições de ensino superior pelo Brasil. "Essa parceria entre a universidade e a nossa empresa busca qualificar os futuros profissionais, para que cheguem ao mercado de trabalho com conhecimento das soluções disponíveis. Colocamos à disposição dos universitários todas as tecnologias desenvolvidas por uma companhia centenária no segmento de metrologia e na fabricação de serras", enfatiza o gerente de marketing da Starrett, Márcio Santos.

O diretor acadêmico da ESAMC Sorocaba, professor Mestre Maurício Marra, enfatiza que o laboratório é mais uma conquista, que contribuirá para a formação dos alunos e fortalecerá, ainda mais, a imagem da instituição. "A parceria com a Starrett é uma iniciativa que se provou um sucesso e que deverá ser replicada com outras empresas, futuramente", destaca.

De acordo com o coordenador do eixo de Engenharia, professor Dr. Hélio Rubens, o laboratório apresenta um ambiente moderno e bem equipado para os alunos desenvolverem projetos, a fim de prepará-los e aproximá-los do campo de atuação profissional. "Os estudantes poderão colocar a teoria em prática e também aguçar a criatividade e habilidade para manusear as ferramentas comuns que os profissionais da área utilizam", explica.