O DIRETÓRIO INDUSTRIAL
Contate diretamente com as empresas

Grupo Myers completa 10 anos no Brasil e comemora crescimento da operação

  • 02/08/2014, Jaguariúna (SP)

  • Grupo Myers do Brasil consolida 10 anos de atuação na América Latina com indicadores que refletem a confiabilidade da matriz, que pelo segundo ano consecutivo, foi reconhecida pela Forbes entre as 100 empresas mais confiáveis da América.

 

Peça informação e/ou orçamento

 

Houve um erro e não foi possível enviar a informaçãoNão foi possível enviar parte da informação.
Por favor, tente de novo.
Por favor, tente de novo

A fabricante de produtos para movimentação e armazenamento de materiais registrou faturamento de R$ 150 milhões em 2013.

Subsidiária daMyers Industries, oGrupo Myers do Brasil consolida 10 anos de atuação na América Latina com indicadores que refletem a confiabilidade da matriz, que pelo segundo ano consecutivo, foi reconhecida pela Forbes entre as 100 empresas mais confiáveis da América. Em 2013, a operação brasileira faturou R$ 150 milhões, com a fabricação de produtos para movimentação e armazenamento de materiais.

A empresa opera com três fábricas, sendo que a primeira foi instalada em Jaguariúna, interior do Estado de São Paulo, em 2004. As demais plantas fabris estão localizadas em Londrina, no Paraná, e em Lauro de Freitas, na Bahia, e são provenientes da Plásticos Novel, adquirida pelo Grupo em 2012. As plantas fabris, juntamente com o escritório sediado em Campinas, empregam mais de 450 colaboradores.

O portifólio de produtos do Grupo Myers do Brasil inclui contêineres para movimentação e armazenagem com capacidade de até1500 kg. O Grupo também produzhandheld contêineres, paletes, garrafeiras, caixas retornáveis utilizadas na logística; nos mais diversos segmentos industrial e agrícola. Para 2014, mesmo com a retração da economia, a empresa aposta no crescimento de 25%, em comparação a 2013, que fechou com um aumento de 30% na produção. Para atender esse volume, o Grupo Myers demandou mais de 11 mil toneladas de resina processada nas três fábricas.

De acordo com o presidente do Grupo Myers do Brasil, José Panosso, a consciência ambiental tem favorecido o crescimento da empresa no País. "As indústrias como um todo estão substituindo as embalagens de madeira por soluções duráveis como as nossas", explica. Outra iniciativa que ele destaca vem da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Em junho de 2013, o órgão publicou a nota técnica nº 109/2013 restringindo o uso de paletes de madeira. "Os paletes, estrados ou prateleiras devem ser de material liso, resistente, impermeável e lavável", especificou a Anvisa.

A produção local atende as indústriasde alimentos, automotiva, farmacêutica, bebidas, insumos, alimento animal, agricultura e outros setores que demandam movimentação e armazenagem de seus produtos. Parte da produçãoé exportada para outros países como Chile, Argentina, Colômbia, Itália, Turquia e Sérvia.De acordo com Panosso, a operação brasileira favorece a aproximação com os clientes; "Temos clientes globais que são atendidos pela Myers nos Estados Unidos e querem nosso suporte na América Latina", completa. Ele enfatiza que a tecnologia empregada pela Myers na fabricação dos produtos contribui para a fidelização dos clientes. "A maior parte da nossa linha não emprega o método de injeção convencional. As soluções como contêineres, silos, paletes e grandes peças customizadas são produzidos com a tecnologia StructuralFoam, que aumenta consideravelmente a resistência mecânica do plástico e reduz o peso do produto", explica.
Outro diferencial da Myers é o suporte ao cliente durante toda vida útil da solução. "As vendas são fechadas após visita dos nossos técnicos ao cliente paraconhecer a demanda e entender a aplicação do produto e desta forma oferecera melhor solução", detalha o executivo.

A empresa oferece treinamentos para que as equipes dos clientes manuseiem os produtos com segurança. Outro diferencial do pós-venda, favorável à sustentabilidade, é o reprocessamento dos produtos fabricados em conformidade com a Lei de Resíduos Sólidos, que exige controle de descartes. A fabricante compra de volta os produtos dos clientes e promove o reprocessamento da matéria prima.

Telefone
Ver telefone
Página web
Visitar web
E-mail
Enviar e-mail
Endereço Av. Emílio Marconato, 1.000 - Galpão 14
13820-000  Jaguariúna
SP - BRASIL
(Clique aqui para ver o mapa)