Esse site utiliza cookies próprios e de terceiros para melhorar a experiência e os serviços. Se você continuar navegando, significa que aceita seu uso. Para mais informações, acesse nossa Política de Cookies

A Myers do Brasil, especializada na produção, comercialização e customização de produtos plásticos aplicados à indústria, apresenta seu mais novo produto especialmente desenhado para a indústria fumageira. Trata-se da bandeja plástica BJ33, totalmente flutuante. Nossa tecnologia de injeção Structural Foam, única no Brasil, combinada com design especial de câmaras internas, permitem que a bandeja BJ33 flutue, produzindo mudas de alta qualidade a baixo custo - explica José Panosso, diretor-presidente da Myers.

As características do plástico combinadas com o design especial das células da BJ33 permitem a formação e disposição de raízes que retêm os insumos, propiciando o desenvolvimento de mudas robustas com hastes mais grossas, portanto mais resistentes ao stress do transplante dos floats para a lavoura. Com sua cor preta e câmaras internas, a BJ33 retém e dispersa melhor o calor pela superfície da mesma, permitindo a germinação e crescimento das mudas mais rapidamente.

Com sua superfície lisa, a higienização da BJ33 é mais simples e segura, eliminando-se o risco de contaminação das plantas nas safras seguintes. Os furos das células foram estudados para propiciar um fluxo de água e nutrientes para dentro da célula, o que permite um crescimento mais uniforme e contínuo das mudas, assegurando que um mínimo de raízes esteja exposta, reduzindo-se portando a necessidade de produtos químicos para controle das mesmas.

Durante os cinco anos de desenvolvimento e testes, pensamos em cada detalhe da BJ33, visando encontrar um substituto para as bandejas de isopor que oferecesse vantagens significativas para a indústria e para os colonos. Nossa empresa está sempre comprometida a continuar investindo em inovações de produtos para indústria do fumo - afirma Panosso.

Segundo Sérgio Bremm, Diretor Executivo da TecniGen, responsável pela distribuição das novas bandejas no Rio Grande do Sul, maior produtor de fumo do Brasil, a BJ33 é produzida com material reciclado, com duração prevista de 15 anos, e poderá ser reciclada outra vez, favorecendo o esforço atual que as fumageiras fazem na preservação do meio ambiente. A Myers pagará pela bandeja inutilizada 20% do preço de uma bandeja nova, bastando para isto que o colono a entregue nos postos de recolhimento que serão criados para isto - afirma Bremm.